Notícias

Garotos retirados de caverna usam óculos escuros e continuam separados dos pais

10 de Julho de 2018 às 14:18 G1
Garotos da Tailândia G1

Após o resgate dos 12 meninos e do técnico que ficaram 17 dias presos em uma caverna na Tailândia, as equipes médicas se concentram em um esforço para melhorar o estado de saúde do grupo.

 

Eles ficaram 9 dias sem comer até serem encontrados por mergulhadores britânicos. A operação de resgate começou no domingo (8) e só acabou nesta terça-feira (10), com a retirada de quatro meninos e de seu técnico de futebol.

 

Os meninos ainda não tiveram contato físico com seus familiares. A equipe médica quer evitar que eles fiquem doentes ou transmitam alguma doença neste período de recuperação e para isso as visitas só foram liberadas através de um vidro. O primeiro grupo resgatado já viu os pais.

Eles devem permanecer uma semana no hospital. De acordo com o jornal "The New York Times", todos estão sendo mantidos na mesma sala do Hospital Chiangrai Prachanukroh, o principal hospital da província de Chiang Rai.

Também se juntarão a eles em quarentena os quatro mergulhadores tailandeses que ficaram com os meninos por mais de uma semana após sua descoberta na caverna, disse o Dr. Thongchai Lertwilairatnapong, médico de saúde pública da região norte da Tailândia.

Deixe seu comentário!