Blog - Giro Cultural

Postado em 02.05.2016 às 15:31 horas

Escolhida entre mais de mil candidatas do Brasil, a curitibana Tacy de Campos vem emocionando plateias de todo o país ao vivenciar Cassia Eller nos palcos. O musical sobre  a carreira de uma das vozes mais marcantes da MPB, dirigido por João Fonseca (dos musicais "Tim Maia - Vale Tudo" e "Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz") e Vinícius Arneiro, desembarca em Cuiabá no dia 5 de maio, para a temporada que segue até o dia 8 de maio no Teatro Universitário.

Tacy, de 24 anos, impressiona pela similaridade do timbre vocal de Cássia Eller.  Para ela, o musical lhe proporcionou ampliar suas vertentes artísticas. Cantora desde menina, quando cantarolava no chuveiro, Tacy cresceu na música. Porém o teatro foi sua primeira experiência nas artes cênicas: “Eu nunca tinha feito isso antes, foi desafiador essa coisa de interpretar no palco, além de cantar”, contou ela, acrescentando que o aprendizado cênico aguçou ainda mais sua musicalidade, lhe trazendo desenvoltura, que vai impactar também em seus projetos pessoais, como a produção de um disco solo, para o qual já possui diversas músicas escritas.

As cenas de maternidade, conta Tacy, também foram desafiadoras para a protagonista. “Nunca fui mãe, ser atriz é diferente e difícil: esse lance de decorar o texto, ser outra pessoa”.

O espetáculo reconta a trajetória de uma artista conhecida pelo lado visceral, uma verdadeira fera nos palcos, mas que podia ser um bicho arredio fora dele. Mulher de poucas palavras, cantora de infinitos sons e uma voz tamanha, doce e amiga na vida, foi forte e surpreendente na arte. Com menos de 40 anos de vida e 20 de carreira, Cássia Eller partiu no auge e deixou uma obra eterna.

No palco, o público vai acompanhar  os principais acontecimentos pessoais e musicais de Cássia: dos primeiros passos como cantora em Brasília a sua explosão nacional - sem deixar de lado seus amores, em especial Maria Eugênia, sua companheira com quem criou o filho Chicão.

O musical traz versões de "Por Enquanto" (Renato Russo), "Malandragem" (Cazuza/Frejat), "Gatas Extraordinárias" (Caetano Veloso),  "Eleanor Rigby" (Lennon/McCartney) entre outras, que ajudam a contar de forma intimista uma história repleta de personagens, emoções e inquietude artística.  O amigo Nando Reis, que é também personagem do espetáculo, comparece com várias composições no repertório, como All Star, O Segundo Sol, Relicário, Luz dos Olhos e E.C.T., entre outras.

“Eu gosto de rock and roll, é o som que me agrada. Tanto que a fase da Cássia que mais gosto é a primeira, mais pesadona. Minha música preferida é 'Aquele Grandão'. Outro momento incrível é a canção “Nós”, comentou Tacy. Seus discos favoritos são os dois primeiros ("Cássia Eller" e "O Marginal"), justamente os mais roqueiros, permeados pelo blues. O segundo, inclusive, batizou a banda tributo que montou em Curitiba, Os Marginais. Apesar de conhecer o trabalho de Cássia, Tacy  se debruçou sobre várias canções que não dominava.  “Algumas músicas exigiram muito estudo, e todo esse trabalho aumentou a admiração que eu já tinha pela Cássia, uma pessoa verdadeira, sem frescuras, energia boa. Ela era ela, tinha tesão em fazer as coisas que gostava”, completa.

Além da banda de apoio, Tacy divide o palco com Eline Porto, Emerson Espíndola, Juliane Bodini, Jana Figarella, Jandir Ferrari, Thainá Gallo. Os seis atores se revezam em diversos papéis durante a montagem. “É todo mundo integrado, atores e músicos, numa espécie de bandão”, brinca Tacy, que faz dueto com alguns deles, pontuando momentos importantes da narrativa: como "Noite do Meu Bem", de Dolores Duran, quando canta com Evelyn Castro (que interpreta a mãe da cantora); ou "Relicário", com Emerson Espínola, cena em que Cássia é apresentada a Nando.

O musical possibilita reencontros com a obra de Cássia. Para o ator Jandir Ferrari, que interpreta vários personagens como Osvaldo Montenegro, Guto Graça Melo e o militar Altair Eller, pai da Cássia, o musical lhe traz várias nuances. “Eu vivi essa época, conheci a Cássia e diversas pessoas mencionadas na peça, e fazer parte do musical, com elenco tão talentoso, é gratificante. Além disso, a concepção do João Fonseca foi muito feliz, revelando a essência da Cássia, do rock despojado, num resultado arrebatador”, destacou.  Visto por mais de 80 mil pessoas pelo Brasil, o musical reúne público diverso, das mais diferentes gerações. “Todos enlouquecem quando a Tacy entra em cena e canta. A plateia mato-grossense  vai contemplar um espetáculo cheio de paixão, emoção, alegre , em homenagem à Cássia” pontuou.

Opinião compartilhada pela atriz Thainá Gallo, que interpreta a percursionista oficial de Cássia Eller desde o disco "Veneno antimonotonia" (1996) e sua grande amiga,  Lan Lan, que assina a direção musical do espetáculo sobre a cantora escrito por Patrícia Andrade. “Observo a plateia boquiaberta com a Tacy, impressionada pela semelhança física, vocal, uma presença muito marcante”. Apesar de ter afinidade com a obra da Cássia, a partir do espetáculo, a atriz mergulhou no “lado b “ da cantora e se encantou  ainda mais: “uma mulher guerreira, que faz muita falta”.

A banda é formada por Felipe Caneca (pianista), Pedro Coelho (baixista), Diogo Viola (guitarrista), Mauricio Braga (baterista) e Fernando Caneca (violonista). A ficha técnica do espetáculo completa-se com os figurinos de Marília Carneiro e Lydia Quintaes, iluminação de Maneco Quinderé, cenários de Nello Marrese e Natália Lana e direção de movimento de Márcia Rubin.

Idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias Entretenimento, o espetáculo tem a realização do Ministério da Cultura e Governo Federal, e  patrocínio do Banco do Brasil Seguridade. Em Cuiabá, ganha o apoio do Grupo Gazeta, integrando a Temporada Gazeta de Teatro. Vale destacar que os ingressos já estão à venda.

 

Serviço

O Quê: “Cássia Eller – O Musical”

Quando: Dias 05, 06 e 07 de maio as 21h

Dia 08 de maio as 18h

Onde: Teatro da UFMT – Av.Fernando Corrêa da Costa S/N – Campus Universitário – Cuiabá

Valor dos Ingressos

Quinta-feira: 21h00 R$90,00 (Inteira) / R$45,00 (Meia)

Sexta-feira: 21h00 R$90,00 (Inteira) / R$45,00 (Meia)

Sábado: 21h00 R$ 90,00 (Inteira) / R$45,00 (Meia)

Domingo: 18h00 R$ 90,00 (Inteira) / R$45,00 (Meia)

50 % de desconto para clientes Banco do Brasil Seguridade, detentores de seguros, previdência ou capitalização do Banco do Brasil. Desconto não cumulativo. Válido para até 02 ingressos por CPF

20% da lotação do teatro é vendido a preços populares em todas as apresentações (R$ 50,00 inteira e R$ 25,00 meia)

VENDAS

www.ingressosmt.com.br  e Quiosque no Shopping Três Américas Térreo.

Bilheteria do Teatro – A partir de 05 de maio.

Classificação etária: 14 anos

Duração: 130 minutos

Gênero: Musical

Deixe seu comentário!